dionne quíntuplas gêmeas história Canadá me two metwo

Em 28 de maio de 1934, em Ontário, no Canadá, nasceram 5 irmãs que tiveram uma história inédita de fama e exploração. Elas foram as primeiras quíntuplas de que se teve notícia no mundo a sobreviverem ao parto : Annette, Émilie, Yvonne, Cécile e Marie nasceram prematuras quando a mãe estava com 7 meses de gestação. Juntas, pesavam pouco mais de 6 kg.

O casal Elzire e Olive, pai das meninas Dionne, logo começou a receber propostas para exibi-las publicamente em troca de dinheiro, o que aconteceu primeiro em uma feira em Chicago. Poucos meses depois, o governo canadense alegou que a família não tinha condições de criar as quíntuplas e ficou com sua tutela. Começou o show de horrores: as irmãs eram expostas como atrações turísticas em eventos, visitadas por multidões (incluindo até um parque de diversões, onde ficavam em uma casa de vidros espelhada).

O médico que fez o parto e acompanhava a vida das meninas ficou famoso e milionário com muita publicidade e campanhas. Aos 9 anos, elas finalmente voltaram ao convívio com os pais, o que não foi fácil: eram exploradas para trabalho e acusam o pai de abuso sexual. A infância trágica deixou problemas emocionais em todas. Saíram de casa após a maioridade para tentarem refazer a vida. Uma morreu cedo, aos 20 anos, após uma convulsão. Outra faleceu em 1970 por causa de um coágulo cerebral.

As 3 irmãs sobreviventes processaram o governo e conseguiram uma indenização de milhões de dólares. Participaram de um documentário onde contam sua história (Million Dollar Babies). Duas seguem vivas: Annette e Cécile. Sua primeira casa virou um museu sem fins lucrativos que recorda a trajetória de horrores que viveram, o Dionne Quintuplets Museum.

Saiba um pouco mais da história das quíntuplas no video abaixo: