Você compara seus filhos gêmeos?

Gêmeos morrem com diferença de 100 anos
Gêmeos morrem com diferença de 100 anos. Ambos em pandemia
27 de abril de 2020
tipos gestação gemelar
Quais são os tipos de gestações gemelares?
31 de maio de 2020

Cuidado para não comparar e rotular seus gêmeos!

“G1 é o mais tímido, G2 é o mais manhoso, G1 é o mais difícil.”
Quantas vezes a gente já não fez isso? Sim, é muito difícil não compará-los, ainda mais porque temos duas crianças (ou mais) se desenvolvendo na mesma fase. Fazemos isso no automático, sem refletir no impacto isso causa.

Nós, como pais, somos os educadores dos nossos filhos e tudo que falamos a eles, eles acreditam, e tornam como verdadeiro. Se rotularmos nossos gêmeos, eles internalizam essa informação e tornam como verdade absoluta. Se seu G1 é o mais tímido, ele vai internalizar essa informação e entender que ele é o mais tímido e fazer de tudo para ser e se comportar dessa maneira. Ele não é o mais tímido, ele ESTÁ mais tímido nesse momento.

Quantas vezes as características já não se alteraram com os twins?
Quando rotulamos, já estabelecemos o que a criança é, sem dar espaço para se desenvolver diferente, ou agir de uma maneira melhor/diferente, vai ser muito mais difícil para ela.
Vamos tentar não comparar ou rotular, as crianças terão mais espaço para se desenvolver.
Não é fácil, mas vamos praticar o estar e não o ser 😉.

Dicas da KidCoach Vanessa Rocha para esses momentos:

Ter abordagem mais empática com os filhos: quando estiver preocupado com algum assunto, a conversa é uma grande aliada. Acolher e ajudar a entender o que está acontecendo é um caminho, como a pergunta: ” Como posso te ajudar?” . Se necessário, dê exemplo de como você superou uma situação parecida, mas sem fazer comparações diretamente.

Empatia, se colocar no lugar dos outros é necessário para um bom relacionamento com os filhos e muita, muita paciência! Assim, os pais podem estimular o sentimento de autoconfiança em cada um dos seus gêmeos, e, ainda, a autorresponsabilidade.

Esse tipo de atitude aproxima os filhos dos pais e ajuda a melhorar o relacionamento. Valorize os pontos fortes de cada um dos filhos e deixe as comparações de lado.

Cada criança é uma criança e precisamos decifrar diariamente o manual de cada uma delas! 😉

Aqui você não está sozinha!

 

Quer entender mais sobre seus filhos?

Abaixo temos outras matérias muito interessantes para estudarmos:

@@ Comparações, a força da dupla e a individualidade: dois irmãos gêmeos compartilham suas vivências

@@ Dia do filho único com gêmeos: como colocar em prática

@@ Adela Gueller, psicanalista: “Em uma sociedade tão individualista, temos muito o que aprender com os gêmeos”

@@ As brigas entre os gêmeos estão te tirando do sério? Veja como lidar com a situação

Vanessa Rocha
Vanessa Rocha
Vanessa Rocha é mãe da Isabela e do Gabriel de 6 anos. Na Me Two, é responsável pela geração de conteúdo. Sempre ligada no que tem de melhor quando o assunto são os gêmeos. Formada em Farmácia, com especialização na área de oncologia, saiu do hospital onde trabalhava para se dedicar à dupla. Aos poucos, retornou para a área e hoje atua eventualmente em algumas clínicas. Sempre criativa nas brincadeiras com seus filhos e segura quando o assunto é cuidar dos gêmeos, traz ideias e inspira muitas mães.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *