Me Two em luto. Saiba como ajudar mulheres vítimas de relacionamentos abusivos

sono gêmeos dormir 1
Tudo o que você precisa saber sobre o sono dos gêmeos: perguntas e respostas
1 de fevereiro de 2021
Me Two em luto. Saiba como ajudar mulheres vítimas de relacionamentos abusivos

Me Two em luto. Saiba como ajudar mulheres vítimas de relacionamentos abusivos

Hoje a família Me Two está de luto.

Mais uma vez, a violência de gênero provocou a morte de uma mulher, uma mãe, uma amiga, uma seguidora deste rede que tanto amamos.

Érica Fernandes Ceschini, mãe de gêmeos, de 2 anos, foi encontrada morta no apartamento onde morava com o marido Leonardo Souza Ceschini. Ele confessou ter assassinado a esposa, Érica Fernandes Ceschini, após uma discussão sobre futebol. Ela era palmeirense, e ele, corintiano. O crime teria ocorrido após o casal chegar em casa depois de uma comemoração pelo título do palmeiras pela Libertadores da América.

Sabemos que o isolamento social, provocado desde o início da pandemia da COVID-19, é um dos principais fatores responsáveis pelo aumento deste tipo de violência. Muitas vítimas que já sofriam algum tipo de abuso, seja psicológico, financeiro ou físico, ficaram confinadas com seus agressores.

Pensando nisso, a Ainá (@aina_mulher), plataforma que conecta mulheres as oportunidades de saídas de relacionamentos abusivos, nossa parceira, disponibilizou em seu site (o link está em nossa bio) uma ferramenta que conecta mulheres vítimas de abuso aos diversos canais que estão sendo abertos pelas cidades, estados, governo federal e sociedade civil, para que as mulheres possam pedir ajuda de dentro de casa, tanto realizando denúncias, quanto encontrando apoios específicos.⁣

Esses canais são muito importantes, já que se tornam ferramentas de informação, recomendações e ajuda imediata. Lembrando que qualquer pessoa pode fazer a denúncia: a própria mulher, vizinhos, parentes ou quem tiver presenciado, ouvido ou tenha conhecimento.⁣

No portal também são disponibilizados materiais, posters que podem ser utilizados em condomínios e áreas comuns de prédios e um guia, alertando para os tipos de violências e como realizar as denúncias. Quanto mais cedo o ciclo de violência é quebrado, maiores são as chances da vítima sair deste relacionamento.

Nossos sentimentos à família, aos amigos da Érica e especialmente para os gêmeos.
Não temos palavras…

E se esse post faz sentido para você ou alguém que você conheça, envie para ela, entre na ainá, pesquise, se informe.

Thaís Reali
Thaís Reali
Thaís Reali é mãe do Nicholas e do Thomas de 4 anos. Thaís é a idealizadora da Me Two.  instiga a todos da equipe e fomenta parcerias estratégicas. Formada em administração, diretora de conexões da Reali Hub for Innovation. Sempre conectando pessoas, reuniu amigas, também mães de gêmeos, e formou um grupo no Whatsapp que hoje conta com mais de 130 pessoas. Com alto astral e inquietação, Thaís é admirada pela arte de ser mãe, trabalhar e transmitir alegria por onde passa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *