Estudo pioneiro no Brasil irá mapear desenvolvimento emocional e social de crianças gêmeas e múltiplas de todo o País

Junto com o nascimento de filhos gêmeos, surgem a curiosidade e a vontade de aprender tudo sobre eles, afinal, não é tão comum ter gêmeos, mesmo que o número de gêmeos e múltiplos tenham aumentado no Brasil e no mundo. Somente no País, de 2004 a 2014, o número de nascimentos de gêmeos aumentou 28,5%, segundo dados da Pesquisa de Registro Civil do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O resultado é consequência da evolução das técnicas de reprodução assistida.

No decorrer de nossa busca, percebemos a falta de informações confiáveis relacionadas, principalmente, ao comportamento e características psicológicas de gêmeos e múltiplos. E foi assim que, nós, um grupo de mães de gêmeos de Porto Alegre, descobrimos um encontro realizado pelo painel de gêmeos, na Universidade de São Paulo (USP). A iniciativa é da professora Emma Otta, do Instituto de Psicologia da Universidade.

Com a intenção de trazer mais informações sobre essas questões gemelares, fomos pessoalmente ao II encontro em São Paulo. De lá, trouxemos na bagagem aprendizado e uma parceria linda com o Painel da USP, do departamento de psicologia experimental, onde representaremos as famílias de gêmeos e participaremos de diversas pesquisas relacionadas ao desenvolvimento emocional e social de crianças gêmeas e múltiplas, e como isso pode afetar seu comportamento.

Entre as particularidades dos irmãos gêmeos está a questão da separação na escola e os comportamentos de cooperação e competição, segundo os pesquisadores. Assim, um dos temas que serão estudados é a separação de gêmeos e como o relacionamento entre os irmãos pode estar influenciando esta vivência.

Sabemos que, quando se trata de pesquisa científica, é necessário coletar muitos dados para que os resultados possam ser expostos. Mas, à medida que os estudos forem concluídos, pretendemos divulgar aqui na Me Two e, assim, ajudar outras famílias de gêmeos a compreender e decifrar esse universo.

Saiba mais sobre o Painel USP de Gêmeos (https://www.facebook.com/PainelUSPdeGemeos/) .