Quando o ambiente familiar não anda 100%, nem sempre sabemos por onde começar a mexer para melhorar. Cada fase com os gêmeos traz novos desafios, e é preciso estar atento para estas mudanças.

Neste contexto, queremos falar sobre parentalidade consciente. Aqui, a conexão familiar é a verdadeira chave para a felicidade em casa.

— A Parentalidade Consciente é uma metodologia que olha além dos comportamentos. Quando temos um olhar para a necessidade das crianças e as nossas, conseguimos uma relação de igual valor e respeitosa — define Iara Mastine, que será uma das palestrantes principais do nosso 1º Workshop sobre Gêmeos e Múltiplos Me Two, em 6 de abril de 2019, que já está com inscrições abertas (ingressos de primeiro lote à venda). 

Iara Mastine irá falar sobre “Parentalidade Consciente na criação de gêmeos e múltiplos”. E com muita propriedade: ela é psicóloga e coach de pais e filhos, com certificação pela The Parent Coaching Academy (Reino Unido) pela Academia de Parentalidade (Portugal), sendo a única facilitadora em Parentalidade Consciente no Brasil. Tem formação em Mindfulness Infantil com a americana Amy Saltzman, pioneira da técnica. É mãe da Anna Júlia, colunista da Revista Canguru e participou dos livros A Mamãe Coach e Coaching Para Pais – Volumes 1 e 2.

A seguir, conheça mais sobre a palestrante do nosso Workshop e acompanhe passo a passo os temas que serão abordados no encontro. Primeiro, vamos definir as diretrizes da parentalidade consciente e, depois, mostrar como aplicá-la às famílias de gêmeos e múltiplos.

:: Garanta já sua inscrição no Workshop sobre Gêmeos e Múltiplos Me Two em 6 de abril de 2019 na Serra Gaúcha

Os principais desafios da parentalidade consciente

“Temos que entender que nós, pais e mães, somos exemplos para nossos filhos. Não adianta falar: agir sempre ‘falará’ mais alto. Então precisamos nos respeitar, cuidar de nossos sentimentos e trabalhar ao máximo no autoconhecimento. Quando não sabemos o que queremos, qual o valor da família, onde queremos chegar, qualquer lugar pode ser bom. No consultório, sempre envolvo a família, não tem como ser diferente! Mas não é fácil olhar para nossos comportamentos… É da natureza humana, independentemente da idade, olhar mais facilmente para os erros alheios do que os próprios erros. Mas quando conseguimos impactar os pais na percepção de sua real influência, o resultado é eficaz e conciso.”

E quando só o pai ou só a mãe querem agir de um determinado jeito?

“É comum encontrar um membro da família divergindo quanto a conduta que cada um acredita. Isso é natural, pois cada um traz suas experiências de vida. A criança, nessa situação, muitas vezes se sente perdida, o que dificulta a aprendizagem das regras da família. Ao mesmo tempo, as crianças sabem discriminar até onde pode ir com cada membro, por isso observamos divergência de conduta perante as pessoas. Na Parentalidade Consciente, as necessidades de todos devem ser respeitadas. Até aquele pai ou mãe que se julga mais autoritário precisa ser compreendido e então, juntos, com embasamento, chegar a um consenso de uma conduta para ensinar aos filhos. Esse assunto é quase que um ‘buraco negro’. Muitas vezes deixamos claro o que não queremos que as crianças façam, e não ensinamos o que fazer. Mas quando o casal já procura uma coerência, mais da metade do caminho já foi percorrido. A congruência e coerência são chaves para o sucesso!”

Como os gêmeos podem se beneficiar da parentalidade consciente?

“Tenho muitos pacientes gêmeos, e 100% deles são muito diferentes. A parentalidade consciente entra na aceitação dessas diferenças, no acolhimento das necessidades individuais em uma criação que é compartilhada. É um desafio para os pais em muitos aspectos. A abordagem auxilia na compreensão destes desafios.”

Na prática, vamos falar de um exemplo de Parentalidade Consciente na criação de gêmeos?

“Primeiramente, é preciso reconhecer a individualidade de cada um. Na minha opinião, é muito saudável alguns momentos de um dos filhos estar somente com um dos pais. Enquanto a mãe está realizando uma atividade, peça ajuda para um dos filhos e o outro pode ajudar o papai, ou sair para alguma atividade, por exemplo. Também podem ter momentos únicos com outros membros familiares. Os relatos das famílias que fizeram a experiência de deixar um dos filhos dormir com os avós e depois trocaram o outro final de semana foram incríveis. Houve muitos descobrimentos e para os pais, para os avós e até mesmo para as crianças.”

gêmeos

Uma das técnicas usadas é a ATENÇÃO PLENA

“Recomendo Mindfulness em todos os momentos. Fazer em conjunto é muito bom, trabalhamos o respeito e também a aceitação das diferenças, e como cada um também será lindo, pois pode estar focado no autoconhecimento de cada um ou na relação e conexão do binômio pais/mãe e filho. A atenção plena é fator primordial para a Parentalidade Consciente. Estar presente, sem julgamento, auxilia muito no respeito ao próximo e principalmente com nos mesmos. Compreender as necessidade de cada um e, acima de tudo, as nossas necessidades é condição básica para a harmonia interna e consequentemente para a harmonia familiar.”

Dica prática: seu filho vivencia os próprios 5 sentidos?

“Existem recomendações como a restringir o uso de eletrônicos até 18 meses e 2 anos de idade (sociedades de Pediatria internacionais e a brasileira). Na minha opinião, o essencial sobre este assunto é o diálogo dos pais para chegarem a um comum acordo e estabelecerem juntos essa política. Existe muitos recursos que auxiliam na educação e no entretenimento das crianças. O eletrônico é mais um. Um bom desenvolvimento infantil é aquele que utiliza estímulos variados  para a criança, com a utilização variada dos cinco sentidos. A criança precisa saber ouvir, cheirar, olhar (contemplar), tatear – sentir, saborear… a pergunta que gostaria de deixar é: seu filho vive plenamente os cinco sentidos?

Leia também aqui no site da Me Two
@@ Micaela Góes: “Toda mãe de gêmeos precisa de mais organização e rotina ainda”
@@ Depressão pós-parto: mães de gêmeos têm mais risco de desenvolver a doença. Entenda o motivo