O Dia do Músico é comemorado em 22 de novembro, para homenagear artistas que vivem da música.

E aqui no Brasil, três irmãs gêmeas têm a musicalidade no sangue e agora se tornam ainda mais conhecidas por seu talento: conversamos com as  Trigêmeas Caram para falar sobre o amor por cantar e sobre ser múltiplo.

Paulistanas de 22 anos, as trigêmeas Marcella, Juliana e Gabriela Caram herdaram a musicalidade da família e após se tornarem populares na internet com vídeos caseiros, recentemente lançaram um single, Onde o Amor Se Esconde. A Me Two bateu um papo com o trio e agora conta a trajetória das irmãs na vida pessoal e na carreira.

— A música tem um significado enorme pra gente e é muito presente em tudo! Ela traz uma união muito forte entre as pessoas, uma conexão com vários momentos da vida. Viver sem música é impossível! Quando dá uma brecha, a gente já sai cantando e tocando por aí com a maior alegria — contam as irmãs.

Música no DNA dos Caram

O avô é bandolinista, a mãe é cantora (Valéria, integrante do grupo Trovadores Urbanos) e também professora de música, e a tia Anna e a prima Bruna Caram são cantoras e compositoras. Com tanta bagagem, é natural que as trigêmeas também fossem para o caminho da música.

— Nossa família é sempre foi muito musical, incluindo nossos pais, avós, tios e primos… Então a gente nasceu dentro desse ambiente e de cara pegamos o gosto — afirmam as meninas à Me Two.

Desde pequenas, adoravam cantar e dançar. Gostam de ouvir Sandy & Junior e Chiquititas. Tudo sempre registrado em vídeos caseiros naquela época.

— Adorávamos fazer shows para a família! Todo Natal e Ano-Novo a gente se preparava pra montar uma apresentação! Época boa! — recordam.

trigemeas caram 2

Como tudo começou

Elas tocam piano e violão e “um pouquiinho” de flauta doce. Fazem aulas desde criança. Aos nove anos, aprenderam o estilo “cup song” (fazer o ritmo com mãos e copos). E gravaram o vídeo que as tornou famosas na internet, com a música “All About That Bass”, de Meghan Trainor.

— Foi o momento em que vimos que a música poderia realmente fazer parte da nossa vida profissional. Fomos em vários programas de televisão, fizemos comerciais, conhecemos muitas pessoas… Foi bem bacana. Hoje o vídeo tem mais de 10 milhões de visualizações! Muito inacreditável pra gente.

A fase atual e os projetos futuros

As trigêmeas acabam de lançar um single pop chamado “Onde o Amor se Esconde”, com composição de Juca Novaes e Otávio Toledo, produzido por Alexandre Fontanetti (que trabalhou, dentre outras, com Rita Lee e Zelia Duncan).

— É uma música muito linda, bem com a nossa cara. A gente pretende continuar com o nosso canal no YouTube, gravando videos, compondo e cantando sempre!

No recente Painel USP de Gêmeos, realizado em São Paulo, do qual a Me Two participou, as meninas Caram também fizeram um show e mostraram seu talento aos gêmeos e múltiplos que estavam no encontro (foto abaixo).

Por onde andam, são o centro das atenções

A mãe Valéria Caram “ficou sabendo aos poucos” que seriam trigêmeas. Primeiro, descobriu que estava grávida, depois viu na ecografia que eram dois e só depois soube que seriam três bebês! Ela conta que levou um susto e chorou muito, de preocupação e de felicidade. Desde pequenas, Marcella, Juliana e Gabriela já estão MUITO acostumadas a chamar a atenção por onde andam. E isso bem antes de serem conhecidas na internet.

— Não é problema nenhum perguntarem, a gente entende a reação das pessoas e a curiosidade. Algumas vezes a piada é sem graça ou muuuito passada… Mas a gente sempre tenta levar com bom humor! É bem comum.

trigemeas caram 6

A individualidade versus a cumplicidade das irmãs

Elas estudaram sempre na mesma escola. Quando existiam três turmas na série, cada uma ficava em uma sala de aula diferente. Mas normalmente só existiam duas salas, aí todos os anos revezavam para ver quem ficava sozinha na turma: 2 em uma sala e 1 em outra. Mesmo assim, os grupos de amigos são quase os mesmos.

— Agora que a gente entrou na faculdade, temos mais amigos diferentes, e achamos muito importante ter esse tipo de individualidade, sabe?

Mas é a conexão entre elas que, mesmo não estando o dia todo juntas atualmente (elas trabalham e vão para a faculdade cada uma com suas agendas e programações), segue sempre sendo muito forte.

— Somos muito próximas. Mesmo! A amizade que a gente tem é muito forte. Passamos muito tempo juntas, e sempre conversamos sobre tudo.

trigemeas caram 5

Aqui na Me Two, leia também
@@ Entrevista com Luana Piovani sobre ser mãe de gêmeos
@@ As irmãs do nado sincronizado Bia e Branca falam sobre a amizade entre elas